16 julho 2016

[Livro] O Grande Gatsby


“– Sempre que tiver vontade de criticar alguém – disse ele – lembre-se que nem todo mundo teve as oportunidades que você teve. ”

E é com essa frase que eu começo a resenha de “O Grande Gatsby” ou o “Great Gatsby” no original. Esse foi um livro que eu tive vontade de ler devido o filme de 2013, que você já deve ter visto memes por ai do filme, que eu vou falar depois lá para o final da resenha, porque eu quero falar do livro e a resenha é dele ainda.

Como uma boa pessoa, vou deixar algumas informações a respeito do livro antes, ele é de 1925, feito pelo F. Scott Fitzgerald e é uma crítica ao sonho americano, a história se passa no período pós-primeira guerra mundial junto da leia seca, para ambientar bem vocês. O que é perceptível quando se lê o livro pela ambientação dele e também bem claro ao ver o filme.

A história é contada pelo Nick, onde ele conta como ele conheceu o Gatsby e o começo da vida dele totalmente longe de casa. O Gatsby era vizinho do Nick, morava numa senhora mansão e era conhecido por suas festas gigantescas e os mistérios que rondam a pessoa do Gatsby, como da onde vem tanto dinheiro, como ele ficou rico, quem é ele. Ela começa nos apresentando, antes de apresentar o personagem que nos dá nome ao livro, Tom, Daisy e Jordan. O Tom é um conhecido do Nick, que estudou com ele, ele é, diferente do principal, rico, vive numa mansão e é casado com a Daisy que também já era conhecida do Nick (eu acho que era uma prima distante, não lembro direito) e a Jordan que é apresentada ao Nick no livro, que é uma golfista profissional (sim, ela joga golfe, eu não digitei errado).

O círculo da história fica mais focado nesses personagens e na trama que existem envolvendo eles, mais essencialmente Gatsby e Daisy. Nós acompanhamos praticamente tudo com os olhos do Nick e uma situação ou outra, mesmo sendo contado por ele, é algo que aconteceu em algum momento e ele ficou sabendo depois e junta a história.

O livro é bom, de verdade, os personagens são bons e a história não para, ela é tão rápida quanto o filme no desenvolvimento, além de ser curta (9 capítulos) e ele vai caminhando tão bem e te levando a crer num final tão especifico que quando o final vem, a única coisa que você consegue fazer é abrir um pequeno “o” com a boca e ficar “eu não esperava por isso”, porque ele foge da linha que ele parece mostrar, e isso provavelmente está junto da crítica ao sonho americano retratado na história e não duvido que o Nick seja uma espécies de álter ego do autor.

Vamos falar dos personagens, sim?

O Tom é um homem rico que eu posso definir como o cara tradicionalista, no sentindo não só de família como com os preconceitos na época, ele claramente racista de ter cenas no livro dele falando ser conta casamento de gente branca e negra e do tipo. A Daisy já parece a menininha inocente e bonitinha que derreteria o coração de um homem com tamanha doçura. A Jordan é uma mulher que parece mais fria, mas eu realmente amei ela, o jeito dela, o que ela tenta fazer e os poucos momentos que ela aparece são perfeitos. Gatsby já é o personagem que talvez seja no começo o mais difícil de entender, você não sabe se ele é um mentiroso, se ele é realmente um homem tão sonhador quanto ele passa ser e o desenvolvimento da história vai te mostrando quem é Gatsby e o motivo do nome do livro.

Esse é um daqueles livros que todo mundo deveria ler, ao menos tentar, porque cada um vai tirar algo dele e cada um vai dar seu valor a ele de alguma forma. E sim, vejam o filme, a trilha sonora dele não é muito boa, mas a história é bem fiel e bem representada, você consegue ver o livro ali. O final apenas não é completamente igual ao do livro, mas é um caso em que você não só entende porque isso feito, como sabe que seria complicado trazer aquele final por completo no filme. Talvez o único grande defeito seja que o romance Jordan e Nick foi um tanto apagado para dar mais foco no Gatsby, o que fez o Nick parecer muito mais aficionado por ele do que realmente é no livro.

Se você já leu o livro, diga ai, se não leu, fica a recomendação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Pode deixar o link do seu blog ou qualquer coisa assim ai embaixo do comentário;
- Comentários ofensivos serão excluídos;
- Eu NÃO sigo de volta, se eu gostar vou atrás;
- E pra finalizar: Eu demoro, mas respondo os comentários.