08 julho 2016

[Livro] Antologia Mitos e Lendas Japonesas



Esse livro eu acabei lendo por causa do meu projeto no toshokan de divulgar livros bl brasileiros, então sim, tem conteúdo entre dois homens e eu quis aproveitar e trazer a postagem para o blog.

O livro é de 2015, publicado pela BL editorial, tem versão física e ebook, consta com 121 páginas e eu provavelmente podia ter gostado mais. Esse livro é uma junção de contos, pelo que eu entendi, de escritores da editora/projeto. Ele custa 6 reais na amazona e, eu comprei ele porque ainda não tinha o kindle unlimited e bem, não é uma compra que eu acho que valeu a pena tanto assim.


Esse livro tem uma qualidade de contos que destoam muito, você tem histórias medianas, uma ou outra boazinha e umas ruins, só ruins. Além da forma como as histórias estão ajeitadas no livro não parece fazer sentido. Você não tem uma separação de primeiro as histórias que se passam no passado e depois as que se passam no momento atual, ou histórias que falam de lendas e histórias que usam youkais, o que eu realmente gostaria que tivesse sido melhor organizado, no livro parece que foi dividido primeiro pelas histórias recentes e depois as do passado, o que seria uma boa ideia, se algumas dessas histórias não fossem mal ambientadas.

Um dos maiores problemas desse livro em geral é que muitos dos contos dele, quase todos na verdade sofriam do mesmo problema. Uma história que não foi bem adaptada num conto, parecia o resumo de uma história grande em formato de narrativa, o que deixou a história super-mal desenvolvida, com uns pulos de tempo enorme onde não tem um desenvolvimento da história feito direito, e depois parece que fica faltando algo e no final você não se prender a nenhum personagem.

E claro, uma coisa que me incomodou também foi a diferença de tamanho de cada conto. Eu não sei se tinha um tamanho mínimo ou um tamanho máximo, mas devia ter. Porque tinha história que era curta, rápida de ler e tinham outras que pareciam um parto de grande, somado ainda com o fato de não estar nada atrativo.

Eu vou falar dos contos um por um agora, porque são poucos dentro do livro:

O Guardião por Li Youko:
Essa é uma história boa, ela não é uma história que vai te fazer ficar “Caralho, isso é uma puta história”, mas a história é agradável, leve, boa para apresentar o livro.  Ela é bem escrita, ela flui muito bem e a história dela é uma gracinha. Ele conta sobre um menino brasileiro-japonês que mora no Japão e se perde numa florestinha. Ele fala de folclore japonês, ele não trouxe um tema que você não vê tanto feito por pessoas não nipônicas, ela também não focou em ter um romance maluco e deixou algo leve e agradável.

Youkai por F M Vagabond:
O livro começou bem, mas chegou aqui e bem... A história é ruim. Simplesmente ruim. Ela é super-mal desenvolvida, entra no problema do parecer um resumo de uma obra longa, mas ao mesmo tempo a história é super-confusa, ele não tem muito sentido também e ela é mal ambientada, você não consegue num primeiro momento quando a novela se passa, se é no passado ou no futuro. A história conta sobre um casal que resolve passear a noite num bosque ou algo assim, e aí da umas bostas, a mina fica grávida de um youkai e o cara que ela namorava morre (não necessariamente nessa ordem) e mais umas loucuras. O romancinho também não cola muito bem. Eu realmente não gostei do conto e eu pensei em largar o livro depois dela.

Um grito na neve por Yume Vy:
Esse é o conto do livro que ele não é mal feito, não é ruim, mas ele é aquele conto que não tem nada de mais. Ele recupera a esperança no livro no sentido de plot e essas coisas, mas ele não é nada surpreendente de mais nem que faça ele ficar de fato marcado. Ele também tem umas descrições de fanfic na questão do casal que não ajuda a fazer a história algo memorável. Entretanto a história tem um ponto bom, do livro foi a única que tratou de algo sobrenatural sem a temática de youkais ou algo de imagem próxima, o que é um ponto para o conto.

Nogitsune por Juliane Ivanow:
Lembra que o outro conto fez a esperança voltar? Esse aqui fez ela dar uma sumida, de novo. A história tem um desenvolvimento ruim, ela não chega a ser tão confusa, mas o desenvolvimento dela é ruim, o grande problema do livro que eu já citei antes, está presente nesse conto também. A história também não convence por si só. Basicamente plot mal desenvolvido e uma história deixando muito a desejar. Além do nogitsune não ser um personagem que me agradou.

A história conta basicamente sobre um samurai que matava várias pessoas durante um dos conflitos internos do Japão e dedicava essas mortes a uma deusa e ela recompensa ele “dando” um nogitsune para ajudar o samurai. E antes que eu esqueça, o plot dessa história foge totalmente do que veio sendo apresentado até aquele momento, porque ela é muito mais pesada comparado com o que tinha sido apresentado até agora.

O revoar das borboletas por Sion Dias:
E aqui as coisas voltaram a acalmar um pouco. A história traz um assunto interessante, ela fala não só de kagemas como traz algo em relação a umas borboletas, que eu sinceramente não sei se tem base em algo real ou a pessoa só fez. Ela não tem uma descrição ruim, mas ela cai, não com tanta força, no problema do desenvolvimento, se passa um tempo durante a história, se cria um romance nem tão palpável quanto o primeiro, mas a história não é ruim. Basicamente, em algum momento ela perde um pouco da fluência. Ela fala basicamente de um kagema apaixonado por um samurai, os dois se amam, mas as coisas vão caminhando e bem... Eu estou com receio de contar o plot assim, leiam.

O fio vermelho do destino de Josy Alves:
Parabéns, foi o conto que eu mais gostei. Ele flui muito bem, a história é boa, amarrada e bem desenvolvida. Os personagens são bons, ele trata de uma lenda muito bonitinha e ele trouxe isso de uma maneira muito boa. Eu realmente te dou os parabéns porque foi o que eu mais gostei e fez o livro terminar bem para mim. A história conta sobre dois homens, um samurai e um filho do senhor de uma casa (aquelas de família que tem terra e tal, me faltou o nome) que estão juntos desde novos e é realmente uma história boa e o final também está incluso nisso.

Eu não vou dizer que o livro foi de todo ruim, ele teve seus contos bons como eu falei, mas eu gostaria que ele tivesse talvez sido feito com mais cuidado, talvez com mais revisão (e eu nem digo de português, mas para deixar o conto melhor mesmo) e também mais pesquisa em alguns contos que eu senti falta.

Caso não saiba como adiquirir ebooks, esse link vai te ajudar.

Um comentário:

  1. Opa, Oi \o\
    Quando vi o título pensei "ME SEGURA, UM LIVRO DE LENDAS, EU PRECISO!" Mas agora não estou tão animada assim por esse. Até porque, veja bem, o que eu — eu, euzinha, Izayoki. — gosto não são contos usando lendas como base e criando personagens em si, eu gosto mesmo são das lendas cruas, só elas na essência da essência; mais como fonte de informação do que de um interesse por histórias originais. Então, não é pra mim, infelizmente — Até porque eu só iria buscá-lo se fosse de graça. (;w;).

    BUT! talvez, só talvez, se eu fosse ler, acho que, pela sua descrição, seria o do Nogitsune ou das Borboletas 'u'

    Um beijo e um queijo ♥
    Kitsune

    ResponderExcluir

- Pode deixar o link do seu blog ou qualquer coisa assim ai embaixo do comentário;
- Comentários ofensivos serão excluídos;
- Eu NÃO sigo de volta, se eu gostar vou atrás;
- E pra finalizar: Eu demoro, mas respondo os comentários.