28 agosto 2015

[Especial Ghibli] Karigurashi no Arrietty




Antes de tudo, um desculpe pelo post sair bem depois do dia que devia sair.

Sabe como é, eu nunca fui a melhor com prazos. Nem os que eu crio.


Mas hoje vou lhes contar sobre um filme com uma pegada um tanto diferente do estúdio, mas mesmo assim ainda bem dentro dele.

O filme é baseado num livro (The Borrowers de Mary Norton), foi dirigido por um diretor estreante chamado Hiromasa Yonebayashi. É de 2010 (ano que se passa a história inclusive), o roteiro é de Miyazaki e Keiko Niwa. Ele conta a história da Arriety que é basicamente uma pequenina, que mora com os pais em baixo de uma casa. Hoje em dia só moram eles porque os outros pequeninos se mudaram.a um certo tempo. E a história basicamente começa quando um garoto se muda para aquela casa, para viver num lugar mais tranquilo devido seu problema de coração.



Basicamente ele conta a relação das duas famílias, de Arriety com Sho que é o garoto que se mudou para casa, ao mesmo tempo que compara algum tipo de ações deles. De como as família se veem, e como eles se encaram. Para os pequeninos é algo complicado, eles tomam cuidado para não serem vistos, enquanto os humanos notam que as vezes somem algumas coisas da cozinha (como um pequeno pedaço de queijo) e ficam confusos.

Assim como outro filme dos estúdios, tem aquela característica da personagem principal forte e jovem. Além de lógico, a trilha sonora sempre linda e o o filme em si é lindo por si só. Muitas cenas de natureza, já que nós vemos bastante eles no jardim. Os personagens chegam a ser interessantes, A relação que a Arrietty cria com o Sho é bem curiosa e como as coisas vão se desenvolvendo na história é interessante.



Ele foi um sucesso de bilheteria, ainda mais para um direto estreante. Foi distribuído pela Disney. A trilha sonora que eu citei ser boa foi feita por uma cantora francesa chamada Cécile Corbel, que é fã do estúdio.

O filme é bom, sim, é. É outro que você pode ver com sua família tranquilamente e sozinho num dia que simplesmente lhe der vontade. Talvez não seja o melhor filme do estúdio, quando você compara com algo como Chihiro, mas é realmente bom.

Caso tenha interesse em ver, ele foi traduzido para cá em DVD, ao mesmo tempo que você vai encontrá-lo facilmente na nossa amada internet.


Eu só queria por uma imagem do jardim >3>


Pois bem, nos vemos depois <3

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Pode deixar o link do seu blog ou qualquer coisa assim ai embaixo do comentário;
- Comentários ofensivos serão excluídos;
- Eu NÃO sigo de volta, se eu gostar vou atrás;
- E pra finalizar: Eu demoro, mas respondo os comentários.