27 janeiro 2012

[Dorama] Kimi Wa Petto (きみはペット)




Hoje, mais um dorama. Dessa vez lhes trago: Kimi wa Petto.

Bem, estava lá, procurando coisa para ver, mesmo já tendo uma lista enorme. E bem, eu procurava um dorama e foi vendo em outros blogs que achei este dorama, ele me chamou a atenção por causa do ator principal que eu já conheci e é um dos vocalistas de uma banda que ouço as vezes. Mas o que fechou com chave de ouro, para me fazer ver no mesmo segundo, foi a sinopse que continha um fato que mesmo sem ter visto o primeiro episódio, eu já estava gostando.

 

Agora vamos a sinopse feita por mim:

Kimi wa petto é baseado num manga de Yayoi Ogawa (este eu não li, então não vai ter comparação liveaction/mangá). Conta a história de Iwaya Sumire, que é uma mulher alta; muito esperta, formada na universidade de Tókio e Harvard; muito bem sucedida; com um excelente emprego. Porém, isso não significa que seja feliz. É extramente invejada pelos colegas de trabalho, que costumam fofocar muito entre sobre si, criando desde apelidos pejorativos a perturbando-a um pouco.

Mas, como diz meu pai: “Nada está ruim, que não possa piorar” e é exatamente isso que acontece, sua vida amorosa se torna um desastre, com ela tendo o termino de seu namoro, pois seu ex a achava perfeita demais. Para melhorar ainda mais, seu chefe a acedia e ela sem perceber, lhe dá um soco, fazendo assim, ela ser transferida para outra área da empresa, uma área menor e menos importante. Nisto, após seu longo dia complicado. Ao parar na porta de seu apartamento, se depara com uma caixa de papelão (estava escrito “Hawaii Bananas” na caixa e eu acabei rindo disso), estranhando-a, abre, revelando assim um garoto ferido, encolhido e adormecido ali. Naquela mesmo momento, ela fica sem reação e sem saber o que fazer, até começar a chover e ela, o leva para dentro de casa. Lá ela não só cuida de seus ferimentos como o alimenta e deixa passar a noite aqui.

Após mais um dia agitado, ela volta para casa, esperando que o garoto tivesse ido embora, mas ele na realidade continuava ali. E ao tentá-lo mandar embora, ele implora para ficar, dizendo que faria qualquer coisa. É ai, que surge a ideia na cabeça de Sumire, fazer daquele garoto seu animal de estimação, como o cãozinho Momo que tinha antigamente, que após partir dessa para a melhor, a deixou muito triste. E, por incrível que pareça, ele aceita isso e ainda recebe o mesmo nome do antigo cão, Momo. Mas não pense nisso de forma errada, existem coisas que ele deve seguir, ser fiel, não abusar da intimidade e deve obedecê-la. Assim a história começa.



Sim, foi esse fato, que me fez ver o dorama. Não me perguntem se é um fetiche ou coisa do tipo, mas em alguns casos, gosto de pessoas agindo como animais. E devo parabenizar o ator pela sua incrível atuação.

Ao começar a assisti-lo, a personagem principal não foi muito de meu agrado, mas com o tempo, posso até dizer que gostei dela, no final ela havia me agradado bastante. A achei um pouco sem expressão, mas com o tempo, aquilo parecia-me vir mais de uma mistura com da atriz com a personagem, já que quando ela se encontrava com o Momo, parecia mais “livre”.

 

O doroma não só me arrancou inúmeras risadas, como me fez refletir um pouco e ao mesmo tempo me identificar, não diria exatamente com o personagem em si, mas sim em algum ato. Mas o que na realidade, mas me lembrou a mim mesma, lembrou junto um amigo. No dorama ele costuma deitar no colo de Sumire e fica recebendo carinho, e bem... Acontece o mesmo comigo e com um amigo, tanto que quando eu vi aquilo da primeira vez eu parei e fiquei olhando. Espero que não te aconteça isso.

Mesmo eu me identificando em algumas coisas que não esperava, eu não consegui parar até ver a série completa, 10 episódios de aproximadamente uma hora cada. Aconteciam muitos fatos que me prendiam, desde determinada briga a determinado fato. Ficava vidrada e mal me mexia, querendo saber o que aconteceria. 


Acredite ou não, ele estava rolando no chão


Um fato que realmente achei curioso, fora que o primeiro episódio aconteceu de tal forma, que se eu quisesse acreditar que ele era só aquilo eu podia. Justamente pelo fato que toda a complicação do término de seu namoro é resolvida no primeiro episódio, a única coisa que me fez parar e pensar foi no final do episódio onde surgiu outro homem que conhecia Sumire.

E, cá entre nós, eu tinha gostado um pouco dele, não o achava tão bonito quanto o Momo, mas foi ao vê-lo falando português que eu gostei dele. Afinal, isso é extremamente raro num dorama. O motivo dele saber falar nossa linguá (mesmo tendo falado apenas duas vezes, num dialogo e um “obrigado”) é que ele é um dos que trabalham nos assuntos esternos – ex área de qual Sumire fazia parte – e sua área é a América do Sul e é aqui que nos encaixamos.

Daqui para a frente, as coisas se tornam cada vez mais complicadas e divertidas. Ciumes, paixão, dança, algumas brigas físicas. Tem quase de tudo que puder imaginar. E acredite, cada coisa melhor que a outra.


Os personagens:



Sumire Iwaya: Uma mulher extremamente bem sucedida e inteligente, porém com muitos problemas na vida amorosa. Frágil e um tanto tímida, mesmo aparentando ser forte e sem coração por fora. E como ela mesma diz, um tanto egoista.

Interpretada por: Kyouki




Momo/ Goda Takeshi: Um famoso dançarino de balé clássico, mas que no momento se encontra fazendo dança moderna, devido a baixa estatura atrapalhá-lo no balé. Tem pouco orgulho, é preguiçoso, não sabe cozinhar, é desajeitado, dorme muito, engraçado e um tanto fofo. Viva mudando de casa devido o fato de ter saído de casa muito novo.

Interpretado por: Jun Matsumoto





Horibe Junpei: Por assim dizer, o melhor amigo de Momo, outro excelente dançarino, este porém só de dança moderna. Vive resolvendo coisas para Momo, inclusive com a ex-namorada deste, que ainda o quer. Sendo na realidade apaixonado por ela. Não podemos considerar com uns dos personagens que mais apareceu, mas eu o achei bastante determinado.

Interpretado por: Eita




Satomi Ishihara: Ex-namorada do Momo, de todas não foi do meu agrado, usou Junpei e não aceitava o fim de seu relacionamento. Era a tipica adolescente que se acha e que acha que pode ter quase tudo que quiser.

Interpretada por: Satomi Ishihara




Satoshi Asano: Um doutor/psicólogo que aconselha muitas vezes Sumire, pois a vê como igual, os dois só tem capacidade de amar animais, não conseguem amar humanos, como ele mesmo diz. É um senhor bem engraçado, que vive com sua chiuaua de um lado para o outro. Ele foi um personagem de grande importância para mim, ele sempre ajudava Sumire e acho que sem ele, as coisas não teriam acontecido como aconteceram.

Interpretado por: Kyôzô Nagatsuka





Shiori Fukushima: Todo casal tem aquela pessoa que quer separá-los e essa é Fukishima, que quer Hasumi para ela. Mais uma que não me agradou muito, sua cara “fofinha” realmente me incomoda, isso tanto na atriz quanto na personagem, por acha algo um tanto forçado. Porém é algo insistente que quando quer algo vai atras para conseguir aquilo, sem medir esforços.

Interpretada por: Wakana Sakai





Yuri Shitorae: É a melhor amiga de Sumire desde muito tempo, vive a aconselhando, porém é bem direta e sincera, dizendo a verdade sem se importar com as consequências. Costuma brigar como Momo, mas no fundo gosta dele, mesmo sendo um tanto cruel as vezes só se preocupa com sua amiga.

Interpretada por: Sarina Suzuki




Shigehito Hasumi: É a a antiga paixonite de Sumire, é um homem esperto e tão bem sucedido quanto ela, quem dirá até não mais que ela. Diferente dos outros homens, não tem que se preocupar com o fato dela ser esperta ou outras coisas, pois estão no mesmo patamar, ele inclusive é mais alto que ela. É uma boa pessoa, gosta de ajudar, é enganado um tanto fácil e não gosta de descobrir mentiras, mas é uma boa pessoa num todo.

Interpretado por: Seiichi Tanabe

      

Bem, é isso. Cada personagem com sua devida importância. Existem outros, claro, mas são muitos, então deixemos por aqui. Quem ver o dorama não vai se arrepender. Mais uma coisa, também há a versão que tem um nome diferente, não sei se já foi lançado. E, desta vez não poderia dispor o link para baixar, mas sugiro que procurem on-line. E vou deixar aqui o local onde encontrei a resenha do dorama que foi o motivo para eu vê-lo. Lá tem onde baixar, porém não sei se está disponível ainda. Quem quiser ver, veja rápido se ainda é possível por ali.

Um beijo e até a próxima a todos.




Um comentário:

  1. Oiiiiiii aaa eu assistir esse dorama e realmente é muito bom. Me apaixonei pelo momo-chan *-*kk

    Ai já q vc falo em parceria, vamos fazer sim.

    kisuss

    ResponderExcluir

- Pode deixar o link do seu blog ou qualquer coisa assim ai embaixo do comentário;
- Comentários ofensivos serão excluídos;
- Eu NÃO sigo de volta, se eu gostar vou atrás;
- E pra finalizar: Eu demoro, mas respondo os comentários.